MINISTRO ALEXANDRE DE MORAES FALTA COM A VERDADE (?) E CONTINUA NO GOVERNO TEMER

alexandre-de-moraes-temer-givaldobarbosa-agenciaoglobo

* Foto – Internet: Givaldo Barbosa – Agência O Globo.

Por muito menos, no caso do apartamento de Salvador e o imbróglio com o IPHAN, o ministro Geddel Vieira Lima foi demitido.

Mas, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, não! É homem forte!

Numa entrevista esta semana, ele declarou que o governo de Roraima não havia pedido apoio para resolver o problema interno dos detentos do presídio daquele estado.

Flagrado com um documento assinado por ele mesmo, negando esse apoio, o ministro desconversou e ficou por isso mesmo.

Compete a Comissão de Ética da Presidência da República, abrir um processo, apurar se o ministro faltou mesmo com a verdade ou mentiu e, confirmando, recomendar uma punição.

O atual presidente da CEP é Mauro de Azevedo Menezes. Também compõem a comissão: Américo Lourenço Masset Lacombe, Marcello Alencar de Araújo, Suzana de Camargo Gomes, Marcelo de Oliveira Fausto Figueiredo Santos, Luiz Augusto Fraga Navarro de Britto Filho e José Leite Saraiva Filho.

Pra quem ainda não sabe, segundoo Portal Brasil, “a Comissão de Ética deverá ser integrada por sete brasileiros que preencham os requisitos de idoneidade moral, reputação ilibada e notória experiência em administração pública, designados pelo Presidente da República, para mandatos de três anos, não coincidentes, permitida uma única recondução”.

Diz ainda o portal de informações do governo federal: “A atuação no âmbito da CEP não enseja qualquer remuneração para seus membros e os trabalhos nela desenvolvidos são considerados prestação de relevante serviço público”.

Aguardemos!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>