AS DÚVIDAS DESCOBREM CERTEZAS E ESTAS LEVAM AOS DESMASCARAMENTOS

Ilustração – Nova logomarca do Instituto Índice Pesquisa. * Arte – Cassiano Cunha

O mundo vive um tempo de dúvidas, apesar de todos os desmascaramentos, sucessivos, em todas as áreas do conhecimento humano.

“Se um homem começar com certezas, ele deverá terminar em dúvidas; mas se ele se satisfizer em começar com dúvidas, ele deverá terminar em certezas.”

Francis Bacon

O uso da tecnologia, com o rastreamento de sons e imagens, revela o planejamento e a realização de ações criminosas em todos os países do mundo.

 “Senhor, dai-nos sempre a tua companhia, e a companhia de homens e mulheres que têm dúvidas, agem, sonham, se entusiasmam e vivem como se cada dia fosse dedicado a tua glória.”

Paulo Coelho

Autoridades públicas são flagradas em atos criminosos e a legislação precisa ser mais rígida, seguindo uma tendência mundial de punição severa aos autores de crimes contra os governos, a ordem pública, a economia popular e o tesouro dos estados.

 “O problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, e as pessoas idiotas estão cheias de certezas…”

Bertrand Russell

São tempos de pós verdade!

Os criminosos também usam a tecnologia para divulgar outras versões e para os seus crimes, semeando dúvidas, que serão esclarecidas com o trabalho inteligente daqueles que combatem os crimes, investigando, processando e punindo os criminosos.

“Queremos ter certezas e não dúvidas, resultados e não experiências, mas nem mesmo percebemos que as certezas só podem surgir através das dúvidas e os resultados somente através das experiências.”

Carl Jung

Inspirado nesse cenário, o Instituto Índice Pesquisa atualiza a sua logomarca, inserindo a interrogação, substituindo o ponto pelo desenho da carinha do dinosauro simpático e inofensivo, que pode simbolizar a antropologia e há anos caracteriza o instituto.

A ideia é sugerir que tudo deve começar com as dúvidas, para se conquistar as certezas, através das pesquisas.

Vivas às dúvidas!

É por aí!…

Casciano Vidal

Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

AS DÚVIDAS DESCOBREM CERTEZAS E ESTAS LEVAM AOS DESMASCARAMENTOS

Ilustração – Nova logomarca do Instituto Índice Pesquisa. * Arte – Cassiano Cunha

O mundo vive um tempo de dúvidas, apesar de todos os desmascaramentos, sucessivos, em todas as áreas do conhecimento humano.

“Se um homem começar com certezas, ele deverá terminar em dúvidas; mas se ele se satisfizer em começar com dúvidas, ele deverá terminar em certezas.”

Francis Bacon

O uso da tecnologia, com o rastreamento de sons e imagens, revela o planejamento e a realização de ações criminosas em todos os países do mundo.

 “Senhor, dai-nos sempre a tua companhia, e a companhia de homens e mulheres que têm dúvidas, agem, sonham, se entusiasmam e vivem como se cada dia fosse dedicado a tua glória.”

Paulo Coelho

Autoridades públicas são flagradas em atos criminosos e a legislação precisa ser mais rígida, seguindo uma tendência mundial de punição severa aos autores de crimes contra os governos, a ordem pública, a economia popular e o tesouro dos estados.

 “O problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, e as pessoas idiotas estão cheias de certezas…”

Bertrand Russell

São tempos de pós verdade!

Os criminosos também usam a tecnologia para divulgar outras versões e para os seus crimes, semeando dúvidas, que serão esclarecidas com o trabalho inteligente daqueles que combatem os crimes, investigando, processando e punindo os criminosos.

“Queremos ter certezas e não dúvidas, resultados e não experiências, mas nem mesmo percebemos que as certezas só podem surgir através das dúvidas e os resultados somente através das experiências.”

Carl Jung

Inspirado nesse cenário, o Instituto Índice Pesquisa atualiza a sua logomarca, inserindo a interrogação, substituindo o ponto pelo desenho da carinha do dinosauro simpático e inofensivo, que pode simbolizar a antropologia e há anos caracteriza o instituto.

A ideia é sugerir que tudo deve começar com as dúvidas, para se conquistar as certezas, através das pesquisas.

Vivas às dúvidas!

É por aí!…

Casciano Vidal

Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

3 BALDES DE ÁGUA GELADA PRA ESFRIAR A SEMANA POLÍTICA EM BRASÍLIA

Eunício Oliveira, presidente do Senado Federal. * Foto – Internet – terra.com

3 importantes decisões jogaram 3 baldes de água gelada para esfriar o clima político em Brasília: Eunício Oliveira é o novo presidente do Senado da República; o ministro Celso de Melo, em decisão monocrática, validou a candidatura de Rodrigo Maia a reeleição de presidente na Câmara dos Deputados, e por último, o próprio Supremo Tribunal Federal – STF, não decidiu, por sorteio ou outro método de escolha, quem é o ministro sucesso de Teori Zavascki, na relatoria dos processos da Operação Lava Jato.

Para completar, ainda tem mais uma de lambuja: o ministro Gimar Mendes pediu vistas no processo que define a possibilidade de réu poder constar na linha de sucessão presidencial.

O problema é que a situação anteriormente vivida por Renan Calheiros, agora poderá ser vivida pelo senador Eunício Oliveira, novo presidente do Senado, apontado como beneficiário das propinas apuradas na Operação Lava Jato, ainda sem comprovação oficial.

Vamos esperar que a quinta-feira seja melhor!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

TEORI SEPULTADO, FICARAM AS TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO NAS MÃOS DE CÁRMEM

 

Cármem Lúcia. * Foto – Internet – TRF4 – Divulgação.

Acaba hoje o luto oficial de 3 dias, pela morte do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal – STF. Ele era o ministro-relator da Operação Lava Jato, que investiga o escândalo do maior esquema de corrupção e distribuição de propina do planeta em toda história da humanidade.

Nesta segunda-feira, a ministra Cármem Lúcia, presidente do STF, deve anunciar as primeiras providências do Supremo para a substituição do relator.

É a maior batata quente que alguém poderia ter nas mãos nestes dias de conturbação política, social e penitenciária do país.

Há possibilidade legal do substituto ser sorteado entre todos os ministros da mais alta Corte Jurídica do país.

Mas há também, legalmente, a possibilidade da presidente usar as prerrogativas do cargo para dar prosseguimento ao processo, com a aprovação do Acordo de Leniência do Grupo Odebrecht e até a quebra do sigilo do processo.

O problema é muito grave e exige uma solução muito forte.

Teori está sepultado, mas as teorias da conspiração estão aí, baseadas em fatos reais, como o detalhe do avião do acidente estar sendo seguido desde o dia 3 de janeiro, período em que sua ficha técnica ehistórico de vôos foi consultada mais de 1.884 vezes no sistema que controla a atividade aérea no país.

Caso não avoque estas duas decisões para si, usando das prerrogativas do cargo de presidente, Cármem causará grande frustração para a nação brasileira e poderá jogar a opinião pública contra o STF.

Pior: parecerá convenivente com o jogo brutal dos políticos que desejam enterrar a Lava Jato.

Hoje o STF precisa de uma mulher forte!

Que use o instinto materno para defender o país, as instituições e o povo brasileiro.

E que Deus lhe proteja presidente Cármem Lúcia!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

 

CACIQUES QUEREM EUNÍCIO. INDEPENDENTES QUEREM JOSÉ MARANHÃO, GARIBALDI ALVES OU SIMONE TEBET

simone-senado

Simone tem a empatia da maioria dos senadores. * Foto – Internet – Senado.

garibaldi-g1-globo-com

Garibaldi é o nome para Cristovam Buarque, Lasier Martins e Wilder Moraes. * Foto – Internet – G1 – Globo.com.


maranhao-senado

José Maranhão foi lembrado pelo senador Álvaro Dias. * Foto – Internet – Senado.

Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) discursa em sessão especial para a entrega do Diploma José Ermírio de Moraes, concedido a empresários ou empresas que tenham contribuído para o desenvolvimento econômico e social do país

Eunício tem rejeição na maioria dos senadores. * Foto – Internet – Marcos Oliveira – Senado.

Nos bastidores do Senado, baseado em conversas particulares, embora sem segredo, está se consolidando um movimento contrário a candidatura do senador Eunício Oliveira, para a sucessão de Renan Calheiros, na presidência da casa.

Partido com a maior bancada na casa, cabe ao PMDB indicar o candidato a presidente.

O nome de José Maranhão, foi lembrado pelo senador Álvaro Dias, como alternativa à Eunício.

O senador Garibaldi Alves Filho teve seu nome lembrado pelos senadores Cristovam Buarque, Lasier Martins e Wilder Moraes, também como alternativa a Eunício.

A senadora Simone Tebet assiste o seu nome ganhar força, embora já tenha sido lembrada pelos seus colegas de senado desde o final do ano passado.

São 3 nomes – José Maranhão, Garibaldi Alves Filho e Simone Tebet, que conquistaram o respeito de muitos senadores.

O maior problema para o PMDB administrar é a rejeição ao nome de Eunício Oliveira, que tem perfil muito semelhante ao de Renan Calheiros.

Este é o problema: ambos tem uma imagem pública muito desgastada.

E os senadores querem uma alternativa que melhore a imagem do Senado, nunca que prejudique!

Cabe aos senadores, encontrar e optar pela melhor solução!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

 

CARTAS (SEM RESPOSTAS) AO MORDOMO 4: BÔNUS NO RURAL E ÔNUS NO COMERCIAL

Senhor Mordomo, meus cumprimentos!

Hoje vou falar de uma séria preocupação que venho sentindo nos últimos dias.

dinheiro-1

* Foto – Internet.

Quando falamos em privilégios do governo, lhe garanto que sou contra qualquer um que exista.

Se falarmos sobre proteção a atividade econômica, sou favorável a todas as medidas para proteger o setor primário, que é o agronegócio, o secundário, que é a indústria, e o terciário, onde estão o comércio e os serviços.

Todas as regiões do país, possuem os seus Fundos Constitucionais.

São recursos que o governo federal disponibiliza para estimular o empreendedorismo nessas áreas em todas as regiões do país.

Mas, quando o negócio aperta, o setor primário, o agronegócio é protegido, a indústria é protegida, mas o comércio e os serviços apanham no lombo, as chicotadas da crise.

Explico: quando se configura a crise, no setor primário, por culpa única e exclusiva do tempo, no caso a estiagem no Nordeste, o governo cria medidas que possibilitam ao devedor de empréstimos dos bancos regionais do governo, tipo BNB, renegociar o pagamento dos empréstimos, sem juros, e com abatimento de até 85% do principal, beneficiando diretamente os agricultores e a indústria na região.

Mas quando se configura a crise, no setor terciário, por culpa única e exclusiva das políticas econômicas do governo, que deram errado, o próprio governo cria medidas que travam ao devedor de empréstimos dos bancos regionais do governo, quanto estes desejam quitar os empréstimos.

São cobrados juros escorchantes, juros sobre juros, dos devedores, sem brechas para negociação, mesmo para o devedor que quer se desfazer do bem que foi dado em garantia do empréstimo, para quitar a dívida.

São vários pesos e várias medidas para situações com a mesma gravidade.

E, se você ainda não sabe, caro Senhor Mordomo, somente nos shoppings centers, mais de 18 mil lojas fecharam neste ano de 2016. Mais grave ainda é saber que, dos novos shoppings, abertos neste ano, somente 55% das lojas estão funcionando. Os outros 45% sequer abriu. Ainda estão fechadas.

Está difícil!

Precisamos de uma política, nos bancos estatais, que proteja o investidor / empreendedor que está nas cidades e tem o mesmo problema do agricultor no sertão nordestino.

Épreciso fazer justiça com quem empreende e cria novos negócios!

Senhor Mordomo, acredite que isto é essencial! E arroche!

Sem outros comentários, passar bem!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com