ÓTIMO ‘BATE–PAPO NA CIDADE’ – 94FM, COM ELIANA LIMA E GUSTAVO NEGREIROS

Satisfação falar sobre os mais de 30 anos do Instituto Índice Pesquisa. * Foto Especial – Karen Paiva

ADENDO DIA 7 DE ABRIL: PRIMEIRAMENTE, FORA O RADICALISMO!

Agradeço a jornalista Eliana Lima o convite para falar sobre os mais de 30 anos do Instituto Índice Pesquisa no programa Bate-Papo na Cidade, 94FM.

Conversa agradável e descontraída com ela e com o jornalista, também advogado, Gustavo Negreiros. Faltou Ciro Pedrosa, jornalista de boa verve.

De outra vez, quem sabe!

Detalhe da conversa: empresários paraibanos se antecipam aos do Rio Grande do Norte e começam a pesquisar intenção de consumo da população (compra/troca de automóvel, compra/troca de apartamento), em função da leve melhora no consumo brasileiro.

Outro detalhe: pesquisas revelam que nomes são mais importantes do que partidos nas eleições do próximo ano.

Outros assuntos de Natal: Uber, concessões públicas dos serviços de táxi, concessão dos serviços de transporte coletivo de passageiros. Falta a Prefeitura de Natal e aos empresários, uma solução salomônica, que beneficia os usuários do sistema, que pagam a existência dele. Os parabés para Maria Josetina Guedes do Rêgo, pelo lançamento do livro ‘Conversando com Meu Pai’, livro biográfico com a história de José Guedes do Rêgo.

ADENDO DIA 7 DE ABRIL: A ocupação da estrada de acesso ao aeroporto internacional Aluizio Alves por descendentes indígenas do Rio Grande do Norte foi duramente criticada pelos jornalistas no programa.

Outros assuntos do Brasil: Lava Jato – a aprovação do ministro do STF, Edson Fachin, para incluir políticos com mandato no processo da delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Entre eles, estão 5 do Rio Grande do Norte: os senadores Garibaldi Alves e José Agripino; os deputados federais Felipe Maia e Walter Alves e o ex-deputado Henrique Eduardo Alves. Acusados negam acusações.

Registro que foi muito bom voltar a Rádio Cidade 94FM, uma empresa do grupo capitaneado pelo empresário Haroldo Azevedo.

Liberdade de expressão é bom para o Brasil

É bom para você!

É bom para o todo mundo!

É por aí!…

Casciano Vidal

Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

ÓTIMO ‘BATE–PAPO NA CIDADE’ – 94FM, COM ELIANA LIMA E GUSTAVO NEGREIROS

Satisfação falar sobre os mais de 30 anos do Instituto Índice Pesquisa. * Foto Especial – Karen Paiva

Agradeço a jornalista Eliana Lima o convite para falar sobre os mais de 30 anos do Instituto Índice Pesquisa no programa Bate-Papo na Cidade, 94FM.

Conversa agradável e descontraída com ela e com o jornalista, também advogado, Gustavo Negreiros. Faltou Ciro Pedrosa, jornalista de boa verve.

De outra vez, quem sabe!

Detalhe da conversa: empresários paraibanos se antecipam aos do Rio Grande do Norte e começam a pesquisar intenção de consumo da população (compra/troca de automóvel, compra/troca de apartamento), em função da leve melhora no consumo brasileiro.

Outro detalhe: pesquisas revelam que nomes são mais importantes do que partidos nas eleições do próximo ano.

Outros assuntos de Natal: Uber, concessões públicas dos serviços de táxi, concessão dos serviços de transporte coletivo de passageiros. Falta a Prefeitura de Natal e aos empresários, uma solução salomônica, que beneficia os usuários do sistema, que pagam a existência dele. Os parabés para Maria Josetina Guedes do Rêgo, pelo lançamento do livro ‘Conversando com Meu Pai’, livro biográfico com a história de José Guedes do Rêgo.

Outros assuntos do Brasil: Lava Jato – a aprovação do ministro do STF, Edson Fachin, para incluir políticos com mandato no processo da delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Entre eles, estão 5 do Rio Grande do Norte: os senadores Garibaldi Alves e José Agripino; os deputados federais Felipe Maia e Walter Alves e o ex-deputado Henrique Eduardo Alves. Acusados negam acusações.

Registro que foi muito bom voltar a Rádio Cidade 94FM, uma empresa do grupo capitaneado pelo empresário Haroldo Azevedo.

Liberdade de expressão é bom para o Brasil

É bom para você!

É bom para o todo mundo!

É por aí!…

Casciano Vidal

Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

REDES SOCIAIS: O MAL SE MISTURA COM O BEM

Nos últimos meses, bombardeados pelas informações e opiniões sobre o momento político do país, precisamos adotar um cuidado excessivo com o que estamos lendo na internet, especialmente nas redes sociais.

Mais cuidado ainda, devemos ter com o que escrever.

Muito do que está publicado, deixa dúvidas em relação a veracidade. Precisamos checar se há coerência com a informação lida e o seu autor.

O país vive uma guerra política e aprendi que nas guerras, a primeira vítima é a verdade.

Mas, como a maioria das últimas guerras em qualquer lugar do planeta, esta daqui do Brasil, acontece com liberdade de expressão e de opinião.

Os meios de comunicação tradicionais, em sua maioria, tem procedimentos internos que garantem a notícia com fidelidade ao fato. São jornalistas com preparo acadêmico e experiência de vida, que trabalham dentro de códigos de ética e seguindo o corolário da moral.

Mas, as mídias sociais e blogues da internet permitem que qualquer um faça as suas notícias, dê seus furos e emitam suas opiniões, sem o devido apuro profissional.

A internet criou o mundo virtual e possibilitou o seu acesso, aberto e livre (na maioria dos países), para todas as pessoas que acreditam que tem algo a dizer.

O que as pessoas já perceberam, é que é fácil publicar, escrever, opinar e criticar sobre o que está publicado. Qualquer um pode acrescentar informações e opiniões, seja qual for a intenção.

Por isso é necessário ter muito cuidado com o que absorver da leitura de informações nas mídias sociais.

Aqui, o mal se mistura com o bem.

É por aí!…

Casciano Vidal