3 BALDES DE ÁGUA GELADA PRA ESFRIAR A SEMANA POLÍTICA EM BRASÍLIA

Eunício Oliveira, presidente do Senado Federal. * Foto – Internet – terra.com

3 importantes decisões jogaram 3 baldes de água gelada para esfriar o clima político em Brasília: Eunício Oliveira é o novo presidente do Senado da República; o ministro Celso de Melo, em decisão monocrática, validou a candidatura de Rodrigo Maia a reeleição de presidente na Câmara dos Deputados, e por último, o próprio Supremo Tribunal Federal – STF, não decidiu, por sorteio ou outro método de escolha, quem é o ministro sucesso de Teori Zavascki, na relatoria dos processos da Operação Lava Jato.

Para completar, ainda tem mais uma de lambuja: o ministro Gimar Mendes pediu vistas no processo que define a possibilidade de réu poder constar na linha de sucessão presidencial.

O problema é que a situação anteriormente vivida por Renan Calheiros, agora poderá ser vivida pelo senador Eunício Oliveira, novo presidente do Senado, apontado como beneficiário das propinas apuradas na Operação Lava Jato, ainda sem comprovação oficial.

Vamos esperar que a quinta-feira seja melhor!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

3 DECISÕES FAZEM A SEMANA FICAR MAIS QUENTE EM BRASÍLIA

Supremo Tribunal Federal. * Foto – Internet – Livre

A definição, por sorteio, do sucessor do ministro Teori Zavascki, nesta quarta-feira, em Brasília; a eleição do presidente do Senado da República, também nesta quarta-feira, e a eleição do presidente da Câmara dos Deputados, amanhã, quinta-feira, são 3 decisões muito importantes para o futuro do Brasil.

No Supremo Tribunal Federal – STF, a maioria dos ministros acredita que o melhor nome, entre eles, é o do ministro Luiz Edson Facchin, por isso ele já está substituindo Teori, na segunda turma. Com Facchin assumindo a relatoria da Operação Lava Jato, não haveria problemas de continuidade nas apurações do maior roubo de dinheiro público do planeta.

Congresso Nacional. * Foto – Internet – livrespensadores.net

No Congresso Nacional, há expectativas com a eleição do presidente do Senado, onde o principal concorrente é o senador Eunício de Oliveira, do PMDB do Ceará, embora exista também a candidatura do senador José Medeiros, do PSD de Mato Grosso.

Na Câmara dos Deputados, o principal concorrente é o deputado Rodrigo Maia, do DEM do Rio de Janeiro, atual presidente, que depende ainda, de um julgamento do STF sobre a validade jurídica da sua candidatura. Os outros concorrentes são os deputados Jovair Arantes, do PTB de Goiás, e Rogértio Rosso, do PSD do Distrito Federal.

E fica um registro: os nomes de Eunício Oliveira e Rodrigo Maia estão com imagem extremamente negativa na opinião pública nacional, entre outras coisas porque são investigados na Operação Lava Jato.

E seria péssimo para as casas legislativas, manterem na presidência parlamentares investigados em casos de corrupção.

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

BRASÍLIA ESTÁ QUENTE, MAS CLIMA POLÍTICO SÓ VAI ESQUENTAR PRÓXIMA SEMANA

A presidente Cármem Lúcia: a candura do coração e o pulso firme da justiça. * Foto – Internet – O Globo – Jorge William – Agência O Globo.

Está nas mãos da presidente do Supremo Tribuna Federal – STF, ministra Cármem Lúcia, manter o governo brasileiro em harmonia, a partir da próxima semana.

Apesar do calor e da falta de água, só o STF pode “agarrar o touro pelos chifres”, no Brasil de hoje.

Os fatos mais importantes do país, neste momento, estão semi-prontos para sairem do STF.

Marcelo Odebrecht. * Foto – Internet – Pensar Brasil.

O primeiro deles é, inegavelmente, a homologação do Acordo de Leniência do Grupo Odebrecht e a aceitação da Colaboração Premiada dos seus mais de 70 diretores, na Operação Lava Jato.

 Rodrigo Maia. * Foto – Internet – O Globo.

O segundo será analisar e julgar, a participação do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, no seu processo sucessório, como candidato à reeleição e como presidente da Casa e do processo eleitoral.

Autoridade máxima do Poder Judiciário no país, Cármem Lúcia é uma mulher de fibra forte e vaio contribuir para manter governantes e povo em equilíbrio.

Renan Calheiros. * Foto – Internet – Marcos Oliveira – Agência Senado.

O Poder Legislativo vai mudar os presidentes das duas Câmaras: a Alta, o Senado da República, e a Baixa, a Câmara dos Deputados (ou Câmara Federal). As eleições acontecerão na quarta-feira, dia primeiro de fevereiro, no Senado; e na quinta-feira, dia 2 de fevereiro, na Câmara dos Deputados.

Eunício Oliveira. * Foto – Internet – Tribuna do Ceará – Uol.

Renan Calheiros (PMDB-AL) sai da presidência do Senado e o seu partido quer eleger Eunício Oliveira (PMDB-CE) para o cargo.

 José Medeiros. * Foto – Internet – Época.

Mas também tem o senador José Medeiros (PSD-MT), como candidato alternativo, de oposição, tentando convencer os senadores a mudar o comando daquela casa legislativa.

Jovair Arantes. * Foto – Internet – Veja – Abril.com.

Na Câmara dos Deputados, além da insistência de Rodrigo Maia pela sua reeleição, também os deputados Jovair Arantes (PTB-GO) e Rogério Rosso (PSD-DF) almejam a mesma posição.

 Rogério Rosso. * Foto – Internet – Cláudio Araújo – PSD.

O Poder Executivo acompanha, observa e participa, sem brigar, sem tomar partido.

Michel Temer. * Foto – Internet – Correio Braziliense – Orlando Brito – Divulgação.

Não é do estilo do presidente Michel Temer bater de frente com adversários ou inimigos.

É como se ele preferisse cortar caminho para não encontrar confusão e trabalhar os seus objetivos políticos sem enfrentamento.

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

 

BRASIL EM ESTADO DE EBULIÇÃO, COM MUITA PRESSÃO, MAS SEM EXPLOSÃO!

Frankie Marcone:Futura Press:Estadão Conteúdo

Rebeliões chegam às ruas. * Foto – Internet – Frankie Marcone – Futura Press – Estadão Conteúdo.

A crise penitenciária extrapola os limites das prisões e começa a se espalhar pelas ruas do país, começando pelas cidades do Rio Grande do Norte.

Se você acha que está muito ruim, prepare-se: vai ficar muito pior!

Michel Temer - Exame - Abril.com

Michel Temer. * Foto – Internet – Exame – Abril.com.

Autorizada pelo presidente Michel Temer, a Força Nacional vai avançar com a sua presença nas ruas, juntamente com as forças policiais de municípios e estados, enquanto as polícias militares acuarão os presos para as Forças Armadas vistoriarem os presídios em busca de armas, drogas e equipamentos eletrônicos, especialmente celulares, aumentando a pressão sobre os detentos, seus negócios e seus lucros.

Nos próximos dias o parlamento brasileiro volta do recesso parlamentar, com as sessões plenárias e a repercussão e a discussão públicas de tudo que está acontecendo no país.

Renan e Eunício - Ucho.Info

Renan será substituído por Eunício? * Foto – Internet – Ucho.Info.

O Senado da República vai vivenciar momentos de pressão popular, com a possível eleição de Eunício Oliveira, cuja imagem negativa espalha-se por todo o território nacional, semelhante a do atual presidente Renan Calheiros.

Rodrigo Maia - O Globo - oglobo.com

Rodrigo Maia. * Foto – Internet – O Globo – oglobo.com.

A Câmara dos Deputados já está protagonizando um espetáculo de ‘rasga Constituição’ e ‘rasga Regimento Interno’ com a candidatura à reeleição do presidente Rodrigo Maia, que ensejará, também, manifestações contrárias da população, seja nas ruas ou nas redes sociais da internet.

carmem-lucia-Foto-Nelson-Jr-SCO-STF

Cármem Lúcia. * Foto – Internet – Nelson Jr – SCO – STF.

Do Supremo Tribunal Federal – STF, que julgará a legalidade da candidatura Maia, espera-se mais lenha nessa fogueira da Câmara Federal, pelo trabalho da presidente Cármem Lúcia e dos seus ministros, com decisões nem sempre lógicas.

Marcelo Odebrecht - Luís Ushirobira - Valor

Marcelo Odebrecht. * Foto – Internet – Luís Ushirobira – Valor.

Também do Supremo, espera-se a homologação do acordo de leniência da Odebrecht, bem como da colaboração premiada do seu presidente Marcelo Odebrecht, que promete transformar a capital do país, Brasília, num imenso picadeiro de circo e ao mesmo tempo, num imenso campo de batalhas, jurídicas e políticas, ou mesmo num caldeirão fervente de pressões de todo tipo.

Rodrigo Janot - Exame - Abril.com

Rodrigo Janot. * Foto – Internet – Exame – Abril.com.

A Procuradoria Geral da República – PGR, através do seu procurador geral, Rodrigo Janot, vai solicitar a quebra do sigilo e a divulgação dos mais de 900 arquivos com os depoimentos dos 77 dirigentes da Odebrecht.

Teori Zavaski - O Globo - oglobo.com

Teori Zavaski. * Foto – Internet – O Globo – oglobo.com.

O ministro Teori Zavaski, no STF, vai ter muito trabalho e sofrer muita pressão.

Sérgio Moro - El País

Sérgio Moro. * Foto – Internet – El País.

Quem também terá muito trabalho, nos próximos dias, é o juiz Sérgio Moro, juntamente com todos os integrantes da Força Tarefa da Operação Lava Jato.

Por tudo isso, o Brasil vai vivenciar, nos próximos dias, semanas e meses, uma verdadeira ebulição, com muita pressão, mas, felizmente, sem explosões!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. 1 – Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

PS. 2 – Jornalistas, blogueiros e pitaqueiros da internet também terão muito trabalho nesses tempos.

CACIQUES QUEREM EUNÍCIO. INDEPENDENTES QUEREM JOSÉ MARANHÃO, GARIBALDI ALVES OU SIMONE TEBET

simone-senado

Simone tem a empatia da maioria dos senadores. * Foto – Internet – Senado.

garibaldi-g1-globo-com

Garibaldi é o nome para Cristovam Buarque, Lasier Martins e Wilder Moraes. * Foto – Internet – G1 – Globo.com.


maranhao-senado

José Maranhão foi lembrado pelo senador Álvaro Dias. * Foto – Internet – Senado.

Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) discursa em sessão especial para a entrega do Diploma José Ermírio de Moraes, concedido a empresários ou empresas que tenham contribuído para o desenvolvimento econômico e social do país

Eunício tem rejeição na maioria dos senadores. * Foto – Internet – Marcos Oliveira – Senado.

Nos bastidores do Senado, baseado em conversas particulares, embora sem segredo, está se consolidando um movimento contrário a candidatura do senador Eunício Oliveira, para a sucessão de Renan Calheiros, na presidência da casa.

Partido com a maior bancada na casa, cabe ao PMDB indicar o candidato a presidente.

O nome de José Maranhão, foi lembrado pelo senador Álvaro Dias, como alternativa à Eunício.

O senador Garibaldi Alves Filho teve seu nome lembrado pelos senadores Cristovam Buarque, Lasier Martins e Wilder Moraes, também como alternativa a Eunício.

A senadora Simone Tebet assiste o seu nome ganhar força, embora já tenha sido lembrada pelos seus colegas de senado desde o final do ano passado.

São 3 nomes – José Maranhão, Garibaldi Alves Filho e Simone Tebet, que conquistaram o respeito de muitos senadores.

O maior problema para o PMDB administrar é a rejeição ao nome de Eunício Oliveira, que tem perfil muito semelhante ao de Renan Calheiros.

Este é o problema: ambos tem uma imagem pública muito desgastada.

E os senadores querem uma alternativa que melhore a imagem do Senado, nunca que prejudique!

Cabe aos senadores, encontrar e optar pela melhor solução!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

 

SENADORES QUEREM GARIBALDI ALVES NA PRESIDÊNCIA DO SENADO FEDERAL

garibaldi-alves-filho-serio-imagem-profsezimar-com_

* Foto – Internet: profsezimar.com

O senador Garibaldi Alves Filho, do PMDB, está sendo procurado por outros senadores, que o querem na presidência do Senado Federal. Segundo Maurício Lima, na coluna Radar On-Line, da revista Veja, ele teria sido procurado por Cristovam Buarque, Lasier Martins e Wilder Moraes.

É bom lembrar que no final do ano passado, depois que Eunício Oliveira já estava se articulando e com a sua candidatura posta, o senador Álvaro Dias, do PV, sugeriu a mesma coisa para o senador José Maranhão, do PMDB paraibano.

Tanto Garibaldi, quanto José Maranhão, são nomes do PMDB com trânsito livre e que conquistaram o respeito dos colegas.

Já Eunício, sei não, viu!?…

Corre o risco de ser pior do que Renan Calheiros na defesa dos seus interesses pessoais.

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

 

SENADOR ÁLVARO DIAS QUER JOSÉ MARANHÃO NA PRESIDÊNCIA DO SENADO

 

ze-maranhao-foto-ailton-freitas-agencia-o-globo

* Foto – Internet: Ailton Freitas – Agência O Globo.

José Maranhão, senador paraibano, do PMDB, tem uma chance rara de ser o próximo presidente do Senado da República. Se depender da vontade do senador paranaense Álvaro Dias e de muitos outros senadores que não aceitam o nome do senador Eunício Oliveira, do PMDB cearense, escolhido por Renan Calheiros, atual presidente, do PMDB de Alagoas, como candidato à sua sucessão.

Álvaro Dias manifestou seu apoio ao senador José Maranhão, em discurso, onde agradeceu o tratamento que recebeu de Maranhão, na Comissão de Constituição e Justiça.

“Agradeço a forma como fui tratado nesta Comissão e a primazia que tive de relatar matérias importantes”, destacou.

Ele também ressaltou que José Maranhão sempre procurou administrar a CCJ com isenção, afirmando que ele agiu com parcimônia, imparcialidade, inteligência e muita elegância.

Álvaro Dias finalizou, dizendo que não tem nenhuma dúvida em afirmar, que José Maranhão: “ficaria muito bem na cadeira de Presidente do Senado Federal, a partir de fevereiro do próximo ano. Teria o nosso voto e o nosso apoio”, declarou.

Vários senadores saudaram Maranhão e alguns chegaram a lamentar que o regimento da Casa não permita a recondução do presidente da CCJ.

O paraibano foi saudado e teve seu trabalho elogiado pelos senadores Simone Tebet (PMDB/MS), Valdir Raupp (PMDB/RO), Alvaro Dias (PV/PR), Aloysio Nunes Ferreira (PSDB/SP), José Agripino (DEM/RN), Antônio Anastasia (PSDB/MG), José Pimentel (PT/CE), Magno Malta (PR/ES), Randolfe Rodrigues (REDE/AP) e Gleisi Hoffmann (PT/PR).

Agradecendo, Maranhão informou que “A CCJ apreciou diversas matérias de relevante interesse nacional, mantendo elevada – mesmo em ano eleitoral – sua produtividade e contribuindo sobremaneira para a considerável produção do Senado. Com isso, a CCJ soube, mais uma vez, responder às demandas da sociedade”, disse.

Com José Maranhão na presidência, ao longo de 2016, a CCJ realizou 43 reuniões, apreciou 330 matérias relevantes e ainda realizou seis audiências públicas, mesmo no período mais turbulento do impeachment da ex-presidente Dilma: “Aqui nós temos os maiores cérebros do Senado da República, mas também temos homens e mulheres de bem, que souberam dar a sua contribuição para que a nossa legislação.”

São três, os motivos que colocam José Maranhão em condições de exercer a presidência do Senado, neste momento de crise: a experiência política, o respeito dos outros senadores e o respeito das autoridades do Poder Executivo e do Poder Judiciário.

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com